terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Necrose de liquefação

          As células necróticas são incapazes de manter a integridade da membrana e seus conteúdos sempre extravasam,um processo que pode iniciar inflamação do tecido circundante.As enzima que digerem as células são derivadas dos lisossomos das próprias células que estão morrendo ou dos leucócitos que são recrutados como parte da reação inflamatória.
          É caracterizada pela digestão das células mortas(ao contrário do que ocorre na necrose de coagulação),resultando na transformação do tecido numa massa viscosa líquida.Este tipo de necrose é bastante observada em infecções bacterianas focais ou,ocasionalmente,nas infecções fúngicas,uma vez que os micróbios estimulam o acúmulo de leucócitos e a liberação de enzimas por essas células.O material necrótico é frequentemente amarelo cremoso devido a presença de leucócitos mortos e é denominado por pus.Não se sabe ao certo porque a morte de células por hipoxia no SNC se manifesta geralmente por necrose liquefativa.
Fonte : Robbins & Cotran - Patologia : Bases Patológicas das Doenças - 8ª ed.

Aumento de 4x
 Nesta imagem,observa-se um corte coronal do cérebro,contemplando a substância cinzenta(estrela azul) e branca(estrela preta).Nota-se também a presença da pia-máter(seta azul) e de uma área edemaciada(estrela amarela).


Aumento de 40x
 Nota-se na imagem,que a lesão isquêmica que lesionou o cérebro, provocou um processo de atrofia nos corpos celulares(cabeças de seta).


Aumento de 40x
 Nota a presença de gliose(ou astrogliose) – principal indicador de lesão do SNC,caracterizada por hipertrofia e hiperplasia dos astrócitos.Nesta reação,estas células,que tipicamente apresentam núcleo ovalados ou arredondados  com cromatina pálida uniformemente dispersa,aumenta se tornando vesicular com nucléolo proeminente.O citoplasma,anteriormente escasso,se expande se tornando brilhante,algo irregular ao redor de um núcleo excêntrico.Estes astrócitos transformados são chamados de astrócitos gemistocíticos(setas azuis);a estrela azul mostra uma área de edema e as cabeças de seta azul indicam células espumosas.


Aumento de 40x
 Notar na imagem,em grande aumento, células grânulo-adiposas ,que são macrófagos com citoplasma espumoso, que fagocitam restos necróticos. Sua origem é cerca de um terço na   micróglia (pré-existente), e o restante em monócitos do sangue. Estão presentes tanto no córtex como na substância branca. 


Aumento de 40x
Cabeças de seta células grânulo-adiposas ,que são macrófagos com citoplasma espumoso, que fagocitam restos necróticos. Sua origem é cerca de um terço na   micróglia (pré-existente), e o restante em monócitos do sangue. Estão presentes tanto no córtex como na substância branca. A seta azul indica um astrócito gemistocítico(reparar na diferença entre ele e as células grânulo-adiposas).




Aumento de 10x
Edema em substância branca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário