segunda-feira, 25 de julho de 2011

Lesões Celulares

       Qualquer dano na célula trás consigo certas conseqüências, estas podendo ser leves, que culminam numa adaptação e uma possível reversão do caso, ou podem ser mais severas, que culminam na morte celular.
          O que determina se a lesão é reversível ou irreversível, é a intensidade e duração do estimulo nocivo, que se passar o limiar, deixa de ser reversível e passa a ser irreversível.
           Geralmente culminam em lesão reversível, estados que reduzem a quantidade de ATP, por reduzirem a fosforilação oxidativa, formando edema celular. Já as lesões irreversíveis são caracterizada por danos estruturais (danos na membrana celular e liberação do conteúdo das mitocôndrias) e alteração da funcionalidade da célula e dos seus constituintes. Culminando sempre na morte celular.
           Dinâmica da lesão celular:

                                                          ROBINS & CONTRAN 2005
     
 São exemplos de causadores de lesão tecidual: hipóxia, agentes infecciosos, traumas, agentes químicos, drogas lícitas e ilícitas, reações imunológicas, desequilíbrios nutricionais e distúrbios genéticos;
        Dano Reversível:


        Dano Irreversível:








Nenhum comentário:

Postar um comentário